terça-feira, 12 de maio de 2009

Eu não me mordo de ciúme, e agora?


Eu não sou ciumenta. Mas fico me sentindo perdida quando acontece uma situação que a maioria das mulheres sentiria ciúme, e algumas fariam cena. Nessas horas eu me sinto mais incomodada por não saber como reagir do que pelo ocorrido em si.
Enquanto escrevo, procurei pela definição de ciúme e achei algo iluminador na wikipedia:

"Segundo a psicóloga clínica Mariagrazia Marini, esse sentimento apresenta caráter instintivo e natural, sendo também marcado pelo medo, real ou irreal, de se perder o amor da pessoa amada. O ciúme está relacionado com a falta de confiança no outro ou em si próprio e, quando é exagerado, pode tornar-se patológico e transformar-se em uma obsessão."


Pronto, simples, eu naõ preciso ter ciúme, confiança entre "nós"e amor próprio não me faltam. Sou diferente, mas sou normal...

3 comentários:

Cassia Marques disse...

Ola, obrigada pela visita, tambem vim ver seu blog, e amei,pq as materias super massa.

bjos cassia
volte sempre

Cris disse...

"Sou diferente, mas sou normal..."

Aí diz tudo! Beijos

Larissa disse...

Minhas amigas estão longe tb!
Uma na Europa, uma em BSB, uma aqui em BH (por um tempo) e o resto todo em Manaus... dá uma saudade!